Follow by Email

segunda-feira, 2 de abril de 2012





Alquimia da Luz.

O que transmuta a vida em sortilégio?
Um ponto equidistante entre o pensamento e a noite,
Entre as trevas e a matilha de lobos em Lua cheia.
O fio que tece a vida, estanca o vôo em pleno movimento.
Apenas o frio traz as montanhas pra dentro do cobertor.
A luz seduz as manhas, e assim se fez a noite.
A distancia dos lábios se perde no orvalho, e seca as palavras.
Bocas e dentes, velas ao vento e o mar a buscar saudades.
Estrelas feitas de diamantes, da grandeza e dureza da realidade,
Fere os sentimentos de ilusão, a rasga o cetim que cobre a alma.
Todo mistério está contido na forma da maçã.
Cabe na palma da mão da mulher,o destino dos homens.
Sonhos talhados em madeira balsa, descansam nas areias da praia.
Não há mais tempo de acordar a noite, pois o brilho que seduz.....,
Jaz entre as montanhas no acaso das estações do Tempo.
Airton Parra

Nenhum comentário:

Postar um comentário